Repercussão na imprensa sobre a matéria “Enquanto mobilidade elétrica avança na América Latina, no Brasil está estagnada, diz relatório”

O relatório do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), publicado na última semana, apontou que a mobilidade elétrica continua sendo uma realidade distante para o Brasil, devido à falta de políticas públicas no âmbito nacional. Enquanto isso, outros países da América Latina aumentaram seus esforços nacionais para formular estratégias de mobilidade elétrica durante o ano de 2020.

“Temos um mercado automotivo fechado, exportamos e importamos pouco, e essa é uma das razões de a gente não ter tantos veículos elétricos aqui. No Chile, por exemplo, é muito mais fácil e você vê muitos carros chineses e japoneses nas ruas”, explica o professor Marcelo Alves, da Escola Politécnica (Poli) da USP.

Esta página reúne os links de matérias “Enquanto mobilidade elétrica avança na América Latina, no Brasil está estagnada, diz relatório”, que contam com uma entrevista com o professor Marcelo Alves, da Poli-USP:

https://br.noticias.yahoo.com/enquanto-mobilidade-el%C3%A9trica-avan%C3%A7a-na-100028775.html?guccounter=1&guce_referrer=aHR0cDovL2xpbmtwdWJsaWNvLmNvbXVuaXF1ZS1zZS5jb20uYnIv&guce_referrer_sig=AQAAAByLqyI8sjU-UBNivCxHtwgIXqOEfjvfIYUxLb09z2OsjevdpFd_S-9LHEMwsWMotk2gUJNLifa8rXUIqG2u43aTAC0ef6ay-sR68TAqtT-hoNcZcKIZo-DwQi5HkbN3NIhOgwHbjPr4UDHV2q4DFVJDfBbpRULfBTS-5u6ciXUx

https://oglobo.globo.com/brasil/meio-ambiente/enquanto-mobilidade-eletrica-avanca-na-america-latina-no-brasil-esta-estagnada-diz-relatorio-25145185