Repercussão da notícia “Convênio entre Semae e Poli-USP viabilizará diminuir as perdas físicas d’água em 30%”

Cicero de Moura, professor da USP e coordenador do projeto

A fim de reestruturar e modernizar a elaboração do Plano Diretor de Monitoramento e Automação dos Sistemas Operacionais de Água e Planejamento Tático dos Setores Administrativos/Financeiros, um convênio entre o Semae, a Escola Politécnica (Poli) da USP e a Fusp (Fundação de Apoio à Universidade de São Paulo) foi firmado. Um dos principais resultados é direcionar a diminuição do índice de perdas de água no município de Piracicaba – que hoje é de 45,3% para 30%. O investimento será de R$1,9 milhão e terá uma vigência mínima de 15 meses.

Cicero de Moura, professor da USP e coordenador do projeto
Cicero de Moura, professor da USP e coordenador do projeto

“É difícil imaginar uma empresa, em seu processo produtivo, com uma quantidade de perda tão elevada. A empresa não se sustenta. Sendo assim, se diminuirmos cerca de 30%, o ganho para o Semae e usuários será muito grande. E esse é o objetivo”, disse Cícero Moraes, professor da USP, representante da Poli e coordenador do projeto.

Confira abaixo os links das matérias intituladas “Convênio entre Semae e Poli/USP viabilizará diminuir as perdas físicas d’água em 30%”:

https://defesa.com.br/convenio-entre-semae-e-poli-usp-viabilizara-diminuir-as-perdas-fisicas-dagua-em-30/ 

https://rapidonoar.com.br/convenio-entre-semae-e-poli-usp-viabilizara-diminuir-as-perdas-fisicas-dagua-em-30-em-piracicaba/