Grande desafio do ensino da engenharia é se abrir para a realidade mundial

A Escola Politécnica (Poli) da USP completa 128 anos. Fundada em 24 de agosto de 1893 por Antônio Francisco de Paula Souza, um engenheiro e político brasileiro que pretendia trazer a indústria para o Estado de São Paulo, a Poli e seus engenheiros estiveram presentes em grande parte da história da engenharia e realizando suas obras para a sociedade.

Segundo a professora Liedi Bernucci, diretora da Poli, o grande desafio do ensino da engenharia atualmente é “não ensinar a engenharia compartimentada, mas a engenharia aberta para a realidade que a gente tem no mundo”, como a questão ambiental.

“O novo engenheiro precisa saber trabalhar com todos os talentos e conhecimentos complementares que existem, saber trabalhar em equipe, respeitar as outras profissões e saber que cada um tem o seu conhecimento”, afirma Liedi ao Jornal da USP no Ar 1ª Edição.