Gêmeos digitais podem fazer a diferença no futuro dos processos industriais

O professor Paulo Eigi Miyagi, do Departamento de Engenharia Mecatrônica e de Sistemas Mecânicos da Escola Politécnica (Poli) da USP e membro do Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos (IEEE), foi entrevistado pelo Jornal da USP no Ar 1ª Edição sobre os gêmeos digitais. Os gêmeos são uma tecnologia desenvolvida com o objetivo de acelerar os processos industriais, aumentar a segurança e correção de falhas.

“A ideia é que eu vou ter um sistema ou processo real, e eu tenho esse gêmeo digital no computador”, explica Miyagi: “O que acontece na realidade aparece no mundo virtual e o que eu mudo no virtual também afeta o mundo real”.

Leia a matéria na íntegra.