Estudantes da Poli-USP criam aplicativo de relacionamento exclusivo para universitários

Cayo Syllos e Bruno Adami, criadores da Umatch [Foto: Divulgação/Umatch]

A Umatch é um aplicativo de relacionamento voltado ao relacionamento de universitários, interagindo com quem estuda na mesma ou em outras universidades. Por enquanto, está disponível para estudantes de universidades paulistas, mas os idealizadores objetivam triplicar a base no Estado e  iniciar a expansão para outras cidades brasileiras.

A ideia partiu de Bruno Adami, estudante de Computação da Escola Politécnica (Poli) da USP e Cayo Syllos, que havia estudado Engenharia Elétrica na Poli, mas interrompeu o curso para fazer Ciência da Computação nos EUA. 

Em setembro, a Umatch recebeu um aporte de R$ 900 mil liderado pela Poli Angels, associação de investidores-anjo fundada por ex-alunos da Escola Politécnica, com a participação de associados da Harvard Angels – grupo de investimentos formado por ex-alunos da Harvard Business School (HBS), FEA Angels (ex-alunos da faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP) E INSEAD Angels. O aporte marca o primeiro investimento em conjunto da Poli Angels e Harvard Angels em uma mesma startup, que deve investir o valor no desenvolvimento do aplicativo e experiência do usuário para expandir e suportar o crescimento da rede.

“Alguém falou sobre comentários de estudantes pedindo por um aplicativo de relacionamentos só para universitários. No dia que ouvi isso, me questionei o porquê que não tinha. Voltei para casa animado e já esbocei uma versão do logotipo do aplicativo, e comecei a desenhá-lo”, afirma Bruno Adami.

Leia a matéria do Jornal da USP na íntegra.