Sonho de rio Pinheiros limpo é exagero, mas pode ser menos poluído – UOL

28/10/2021 – No primeiro ano de sua gestão, em 2019, o governador do Estado de São Paulo, João Doria, prometeu

Detalhe das grades da ponte Cidade Universitária e ao fundo o Rio Pinheiros. Foto: Marcos Santos / USP Imagens

despoluir o rio Pinheiros até dezembro de 2022. A despoluição de rios é algo viável, como mostra a história de revitalização de outros rios ao redor do mundo. Embora sejam céticos em relação ao prazo, especialistas acreditam na proposta, que leva em conta as especificidades da capital paulista e difere de métodos anteriores (e que fracassaram) de flotação.

“A parte mais difícil de despoluição do rio talvez seja coletar de forma adequada o esgoto. É a etapa que exige mais recursos e mais tempo”, afirma José Carlos Mierzwa, professor do departamento de Engenharia Hidráulica e Ambiental da Escola Politécnica (Poli) da USP.

Leia a matéria do Uol na íntegra.