Uso de robôs domésticos deve se tornar cada vez mais comum no nosso cotidiano

O professor Oswaldo Horikawa, do Departamento de Engenharia Mecatrônica da Escola Politécnica (Poli) da USP, em entrevista ao Jornal da USP no Ar 1ª Edição, falou sobre os robôs domésticos, e como essas máquinas podem colaborar conosco. Segundo o professor, presenciamos o avanço da potência de sensores, maiores capacidades de mobilidade autônoma e inteligências artificiais mais complexas. É comum que barreiras tecnológicas que parecem intransponíveis sejam superadas em pouco tempo, possibilitando uma velocidade surpreendente de evolução das tecnologias.

“Conforme o computador vai ficando cada vez mais compacto, cada vez mais poderoso e com o aparecimento de inúmeros tipos de sensores cada vez mais versáteis, que são capazes de detectar qualquer alteração no ambiente”, diversas possibilidades surgem, explica Horikawa.

Leia a matéria do Jornal da USP na íntegra.