Repercussão do estudo “Priorizar o transporte público e desestimular o carro?”

O estudo “Priorizar o transporte público e desestimular o carro?” divulgou que, até hoje, somente 5,4% dos corredores de ônibus previstos para serem implantados na cidade de São Paulo em 2016 foram entregues. O estudo foi realizado por  pesquisadores do Centro de Estudos da Metrópole (CEM), um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão da Fapesp sediado na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP. A professora do Departamento de Engenharia de Transportes da Escola Politécnica (Poli) da USP, Mariana Giannotti, é uma das autoras do estudo.

Confira abaixo os links das matérias sobre o estudo “Priorizar o transporte público e desestimular o carro?”, o qual apontou que só 5,4% dos corredores de ônibus previstos para 2016 foram implantados em SP:

https://www.poder360.com.br/economia/so-54-dos-corredores-de-onibus-previstos-para-2016-foram-implantados-em-sp/

https://www.msn.com/pt-br/noticias/brasil/s%C3%B3-54percent-dos-corredores-de-%C3%B4nibus-previstos-para-2016-foram-implantados-em-sp/ar-AAMhsUp