Pesquisadores da Poli-USP apresentam ventilador pulmonar Inspire em coletiva do Governo de SP

Primeiros testes do equipamento nacional desenvolvido por pesquisadores da USP serão realizados no Incor ao longo de um mês.

Os resultados do projeto do ventilador pulmonar Inspire, da Escola Politécnica (Poli) da USP, foram apresentados na tarde do dia 15 de julho, em coletiva de imprensa promovida pelo Governo do Estado de São Paulo. O Reitor da USP, professor Vahan Agopyan, e o coordenador do projeto Inspire, Raúl Gonzalez Lima, participaram da coletiva, junto aos secretários do Estado e ao governador João Dória. 

 

O Reitor classificou o momento como uma vitória importante da ciência e da tecnologia brasileira. “Isso foi possível não somente pelo trabalho árduo de quatro meses de quase 200 pessoas, mas porque o Governo do Estado de São Paulo confia nos seus centros de ensino e pesquisa. Confia, apoia, financia e mantém seus centros de pesquisa com todas as condições de poder fazer isso”. Vahan lembrou que a Universidade de São Paulo possui várias outras iniciativas, e destacou que os participantes deste projeto são pesquisadores que se dedicam ao tema há décadas, e quando a sociedade necessitou foi possível colocar essa solução a serviço da população em um curto espaço de tempo.

 

Em sua fala, o professor Raúl González ressaltou que uma universidade pública de pesquisa tem como uma de suas missões a transferência de tecnologia e de conhecimento. “Este resultado que estamos inaugurando hoje parece tecnológico, entretanto tem agregado [a ele] um conteúdo resultante de 20 anos de pesquisas na área pulmonar de uma cooperação entre várias unidades da Universidade de São Paulo”.

 

Raul explicou que as especificações de um ventilador pulmonar, para que este seja atual e eficaz, são muito delicadas, e foram desenvolvidas em conjunto com a Faculdade de Medicina (FM) da USP em parte no desenvolvimento de uma tecnologia de tomografia portátil de beira de leito que monitora o pulmão. “O que nós estamos vendo hoje tem esse conteúdo tecnológico e as especificações partiram a FM, em particular do grupo do professor Carlos Carvalho. A partir dessas especificações e dos testes, demoramos 4 meses, a partir do dia 19 de março, […] quando a diretoria da Poli nos consultou sobre a possibilidade de desenvolver um respirador na Universidade de São Paulo”. 

 

O projeto contou com a participação de mais de 200 especialistas, que foram chamados conforme o projeto foi sendo desenvolvido, para preparar a documentação, logística, engenheiros de produção – alguns cedidos pela Secretaria de Desenvolvimento do Estado de São Paulo e outros da Poli, muitos especialistas em software e em teoria de controle. “Entre as premissas iniciais, estava claro que com a falência da cadeia de suprimentos de componentes de respiradores seria necessária uma solução nacional, e por isso foram nacionalizados muitos componentes utilizados no projeto para atender às especificações”.

 

O coordenador do Inspire explicou que muitas empresas ajudaram através de suprimentos, serviços e doações. Ao todo, o projeto contou com 800 doadores individuais, o que totalizou mais de R$ 7 milhões em doações. Entre as unidades da USP que participaram do projeto estão a Faculdade de Medicina (FM), Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ), a Faculdade de Direito (FD) e a Faculdade de Odontologia (FO). Entre as instituições estão o SENAI, IPT, IFSP e Marinha do Brasil, em logística e montagem do primeiro lote de mil ventiladores.

 

No atual estágio, a equipe possui a autorização da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP) para utilização do ventilador em 40 pacientes, o que começa no dia 16 de julho. Isto deve ser um processo de um mês, quando serão cumpridas as últimas exigências da ANVISA, o que está sendo finalizado. “Estamos nos preparando para uma produção de 10 a 20 respiradores por dia”, detalhou González.

 

Nas próximas semanas, 40 pacientes com covid-19 utilizarão o respirador, enquanto a equipe finaliza a certificação e acelera a produção.

 

A Secretária do Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen da Silva, celebrou e manifestou que são iniciativas como essas que podem de fato fazer a diferença para a sociedade. Ao final da coletiva, o governador João Dória fez um agradecimento ao Reitor Vahan Agopyan e ao professor Raul Gonzalez e a todos que trabalharam no desenvolvimento do Inspire. “Mais uma grande vitória de São Paulo, pela saúde e pela vida”.

 

A coletiva pode ser acessada no link: https://www.youtube.com/watch?v=NxgK2X77Koc


O site do projeto é o https://www.poli.usp.br/inspire