Confira como foi a tarde do segundo dia da Semana de Recepção dos ingressantes da Poli-USP 2021

Na tarde do dia 12 de abril, a Escola Politécnica (Poli) da USP realizou virtualmente rodas de conversas sobre pesquisa na USP. Este evento deu continuidade às atividades da Semana de Recepção aos Ingressantes da Poli de 2021. Os calouros foram apresentados às atividades de pesquisa, uma possibilidade de grande interesse dos alunos,que poderão ser realizados na USP e puderam sanar dúvidas. Como a USP se trata de uma universidade de pesquisa, os alunos podem atuar como cientistas ainda durante a graduação, em uma atividade chamada Iniciação Científica. Os ingressantes puderam interagir com seus futuros professores, alunos de graduação e pós-graduação, e representantes dos Centro Acadêmico de seu Departamento da Poli.

Além dos cursos de pós-graduação, a USP também oferece um programa de pesquisa para os alunos da graduação, a Iniciação Científica (IC). Na Iniciação, os estudantes são orientados pelos professores na realização de pesquisas sobre temas de seu interesse e que se relacionem com o conteúdo do curso. As ICs costumam ter duração de 6 meses a 1 ano, mas o tempo pode variar. O Poli permite que seus alunos façam suas ICs em outros departamentos e institutos, desde que o tema estudo tenha relação com alguma matéria da graduação. Na pós-graduação, a Poli oferece cursos lato sensu (cursos de MBA, Especialização, Aperfeiçoamento, Atualização e Difusão), e stricto sensu, o que inclui mestrado, doutorado e pós-doutorado.

Os membros dos Centros Acadêmicos abriram as rodas de conversa de seus respectivos cursos. Em seguida, os professores convidados explicaram as diferentes modalidades de pesquisas feitas dentro da Poli, seu funcionamento e a contribuição da Iniciação Científica para formação dos alunos. Um ponto fortemente reforçado pelos professores é de que a IC é importante tanto para os estudantes que desejam seguir a carreira acadêmica, como para aqueles que optarem por trabalharem em empresas ou indústrias. Os pontos positivos elencados pelos docentes são o aprendizado de como funciona o meio científico e sua metodologia, o trabalho em equipe e o ensinamento de como lidar com prazos. Eles também aconselharam os calouros a manterem um bom rendimento acadêmico e a não acumularem dependências, já que muitas bolsas de IC e vagas de estágio utilizam esses dados para a seleção dos alunos, além de  sobre as bolsas de auxílio aos estudantes que realizam pesquisas acadêmicas, principalmente a Fapesp.

Os discentes que fazem iniciação científica deram continuidade ao painel contando um pouco da sua trajetória acadêmica e como conseguiram realizar IC. Eles deram dicas de como os ingressantes podem encontrar temas para IC, conseguir professores orientadores e bolsas de auxílio à pesquisa. Para saber mais sobre a IC, os estudantes recomendaram a leitura do Manual da Iniciação Científica do seu curso, produzido pelo Grêmio Politécnico. Também orientaram, junto aos professores, que o melhor momento para realizar IC é a partir do segundo ano, visto que o aluno já tem uma bagagem de conhecimento maior. Os discentes reforçaram que a USP disponibiliza vários outros projetos de extensão que juntos com a IC podem ajudar o aluno a colocar em prática os aprendizados adquiridos em sala de aula.

Os alunos da pós-graduação explicaram como é fazer mestrado na Poli, e falaram sobre a sua área de pesquisa. Os pós-graduandos reforçaram a importância da IC como uma base para os estudantes que desejam seguir na área acadêmica. Eles falaram sobre a importância da pesquisa para formação dos engenheiros, e como as pesquisas da USP colaboram para a melhoria da sociedade. Eles também comentaram que muitos alunos imaginam que é necessário ter uma ideia revolucionária para poder realizar uma pesquisa, mas isso é um mito. Na verdade, as pesquisas na engenharia devem buscar soluções práticas para o cotidiano.

As rodas de conversa foram finalizadas com uma série de perguntas feitas pelos calouros aos convidados sobre a Iniciação Científica e a realização de pesquisas na Poli. Também houveram perguntas sobre intercâmbios, dia-a-dia da graduação e pós-graduação.

Em breve serão disponibilizadas as transmissões da roda de conversa de cada curso.