Poli recebe programa Integração dos Estudantes de Engenharia (PIE²)

Em dezembro de 2018, a Universidade de São Paulo promoveu, pela segunda vez, o Programa de Integração dos Estudantes de Engenharia (PIEE), projeto que integra estudantes de diversos cursos da quatro faculdades da USP que oferecem graduação na área. Durante uma semana, os participantes recebem as orientações, por meio de palestras e treinamentos, para desenvolverem um projeto inovador.

Os dois primeiros dias do evento tiveram duas palestras sobre mobilidade para os alunos:

O papel do engenheiro na mobilidade para deficientes

Durante o primeiro dia do PIEE, os participantes ouviram a palestra “Tecnologia aplicada à mobilidade”, da professora Linamara Rizzo Battistella, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) e Secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Ela trouxe em sua fala questões inerentes à acessibilidade, explicando as necessidades de portadores de diversas deficiências com relação à mobilidade e alguns exemplos de evoluções no transporte público de São Paulo, desde o EMTU até o metrô. Leia Mais.

 O desafio de democratizar a tecnologia de mobilidade

A preleção com o tema “New perspectives of sensory-motor restoration and neurological recovery for patients with complete paraplegia”, do PIEE, aberta ao público, aconteceu no dia 11 de dezembro, o segundo dia da semana de imersão do Programa. O palestrante foi o doutor Solaiman Shokur, Senior Clinical Research Coordinator na Associação Alberto Santos Dumont para Apoio à Pesquisa (AASDAP). Ele é experiente na área de bioengenharia, sobre o qual mostrou parte do seu trabalho, principalmente no que tange sua atuação com pacientes. O doutor detalhou alguns casos dos quais fez parte no Projeto Andar de Novo, promovido pelo laboratório do neurocientista Miguel Nicolelis. Leia Mais.

As fotos da semana estão no Flickr da Poli.