Combinação de amido e gás ozônio resulta em plásticos mais resistentes

14/11/2019 – Um estudo de pós-doutorado que vem sendo desenvolvido na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP, em Piracicaba, e na Escola Politécnica (Poli), resultou num plástico ambientalmente correto, mais transparente e mais resistente. Para chegar a esse produto, que já está em processo de patente, os pesquisadores desenvolveram uma técnica que usa amido de mandioca e gás ozônio. Ouça o podcast aqui.