Jornal da USP: Inteligência artificial agiliza busca pela inovação em biblioteca

18/2/2020 – o contrário de perderem importância, as bibliotecas ganham ainda mais com as novas tecnologias. Na Faculdade de Odontologia (FO) da USP, um projeto vem refinando as buscas por conhecimento por meio da utilização de um sistema de Inteligência Artificial (IA). Denominado Centro de Recursos de Aprendizagem e Investigação (CRAI), a iniciativa simplifica o caminho para se encontrar a inovação em qualquer área do conhecimento. Um software de IA, denominado provisoriamente como Minerador de Inovação, cruza informações e gera dados e relatórios sobre toda a produção científica catalogada numa determinada biblioteca. Um dos grandes diferenciais do Minerador é permitir a busca por termos da linguagem natural humana, e não só por palavras-chave, como é comum em sistemas de bibliotecas.

O professor da FO Moacyr Novelli, que coordena o trabalho, diz que ele ainda não está de todo concluído, mas já pode ser utilizado. “Estamos desenvolvendo agora uma interface amigável que facilitará os processos de navegação da ferramenta”, informa o professor Celso Massatoshi Furukawa, da Escola Politécnica (Poli) da USP, que é parceiro do projeto CRAI. A coordenadora da Biblioteca da FO e doutora em Ciência da Informação Lúcia Maria Sebastiana Verônica Costa Ramos também integra a equipe de implementação.

Leia a matéria no link – https://jornal.usp.br/ciencias/ciencias-exatas-e-da-terra/inteligencia-artificial-agiliza-busca-pela-inovacao-em-biblioteca/