Repercussão na imprensa sobre a matéria “TSE estuda adotar tecnologia para eleitor checar voto depois da eleição”

No dia 28 de setembro, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e a USP assinam um acordo de cooperação técnica para aprimorar o sistema de votação eletrônica adotado no país. Uma das melhorias em estudo é a impressão de um comprovante com um código, que seria entregue ao eleitor ao fim da votação. Esse código poderá ser acessado em um site para comprovar que o voto foi computado e está incluído na totalização.

Os trabalhos serão executados pela equipe do Laboratório de Arquitetura de Redes de Computadores (LARC), do Departamento de Engenharia de Computação e Sistemas Digitais (PCS), da Escola Politécnica (Poli) da USP. O convênio vai durar um ano, com possibilidade de prorrogação por mais um ano. A ideia é que as inovações sejam usadas nas eleições municipais de 2024.

Esta página reúne os links das matérias que abordam o convênio do TSE com a Poli-USP:

https://www.24brasil.com/geral/em-convenio-com-a-usp-tse-estuda-adotar-tecnologia-para-eleitor-checar-voto-depois-da-eleicao/1227804-noticias

https://noticias.uol.com.br/colunas/carolina-brigido/2021/09/24/tse-tecnologia-eleitor-checar-voto.htm

https://correio9.com.br/tse-estuda-adotar-tecnologia-para-eleitor-checar-voto-depois-da-eleicao/

https://jurinews.com.br/superiores/tse-estuda-adotar-tecnologia-para-eleitor-checar-voto-depois-da-eleicao/