Projeto da Poli sobre transição energética é destaque em competição internacional

Um projeto da Escola Politécnica (Poli) da USP ganhou destaque na competição internacional Metal Cup, na Rússia, ao demonstrar o uso de hidrogênio na siderurgia no caminho para a transição energética. A equipe da Poli já participa pela quarta vez do evento, e neste ano o time de alunos de graduação e pós-graduação ficou em segundo lugar, com o projeto que visa a necessidade de superar as matrizes energéticas de siderúrgicas e metalúrgicas à base de carvão. A competição começou em 2015, na região da Sibéria, mas se tornou internacional somente em 2017 e, devido a pandemia, esta já é a segunda edição realizada de modo remoto.

“Uma das respostas da equipe foi utilizar o gás metano, seja o gás natural ou o biometano, para conseguir adaptar a tecnologia e alcançar o próximo passo, que é a utilização do hidrogênio”, explica Guilherme Lenz, professor da Poli.

Leia a matéria do Jornal da USP na íntegra.