Patinho Feio, primeiro computador construído pela Escola Politécnica, completa 50 anos

Foto: Kenji/AE

 

O primeiro computador desenvolvido no Brasil completa 50 anos em 2022. Realizado pela Escola Politécnica da USP, o Patinho Feio nasceu da disposição de alunos de uma disciplina da pós-graduação em Engenharia Elétrica, que na época englobava também a computação e posteriormente consolidada como curso de Engenharia da Computação devido à construção do computador. 

“Esses são os legados fundamentais do Patinho Feio, e do grupo que o formou. Prefiro não falar do computador em si, mas das pessoas: o mais interessante são essas pessoas que até hoje trabalham, que estão na faixa de 70-80 anos de idade e que mantêm a juventude, formam pessoas, trabalham no dia-a-dia da pesquisa, dão aula, etc. Esse gosto pelo trabalho de pesquisa e ensino que ficou arraigado na Escola é o principal legado do Patinho Feio”, ressalta o professor José Roberto Castilho Piqueira, do Departamento de Telecomunicações (PTC) da Poli, ao Jornal da USP.

Para comemorar, Piqueira relembra, será realizado um evento no dia 22/09, no auditório Prof. Francisco Romeu Landi, do prédio da Administração da Poli, entre 9h e 11h30, com a presença das engenheiras e engenheiros que atuaram no projeto e serão homenageados. 

Leia a matéria do Jornal da USP na íntegra. 

Participe do evento na Escola Politécnica em homenagem aos 50 anos do Patinho Feio!

 

Print Friendly, PDF & Email