Escola Politécnica da USP

usp.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte


Estão abertas as inscrições para pós-graduação em engenharia química da Poli-USP

O Edital 2018/03 para o Processo Seletivo de ingresso de alunos regulares de mestrado e doutorado no Programa de Pós-graduação em Engenharia Química – 3º Período de 2018 está aberto até 20 de julho de 2018. A ficha de inscrição pode ser acessada através deste link.

O processo seletivo é conduzido pela Comissão Coordenadora do Programa (CCP) e consta de três avaliações:

1) Análise curricular realizada com base na documentação entregue na inscrição.

2) Arguição, para aqueles selecionados pela análise curricular, cujos temas são:

– Mestrado: Atividades desenvolvidas e pretendidas.

– Doutorado: Atividades desenvolvidas e proposta de pesquisa. O candidato ao doutorado que ainda não tenha definição de projeto de pesquisa pode expor suas motivações e pretensões para a pós-graduação e a relação dos seus interesses profissionais com as propostas do PEQ-EPUSP, organizados no formato de um projeto.

3) Proficiência em inglês. Os candidatos deverão apresentar certificado de proficiência de acordo com pontuação mínima indicada no edital de ingresso. Casos em que pode ser dada dispensa do exame também estão descritos nesse mesmo edital.

Bolsas de pós-graduação

O programa dispõe de um número finito de bolsas institucionais CNPq e CAPES para os alunos regulares de mestrado e doutorado com interesse em realizar as atividades do projeto de pesquisa com dedicação integral. As bolsas disponíveis serão indicadas aos candidatos do processo seletivo com base no desempenho nas avaliações. Bolsas de projetos de pesquisa estão também disponíveis nos grupos de pesquisa do programa; contate os orientadores para mais detalhes.
A Universidade de São Paulo não cobre nenhuma taxa nem mensalidade pelos estudos em programas de pós-graduação Strictu Sensu.

Última atualização em Qua, 23 de Maio de 2018 11:46
 

Portaria define como será a eleição da chefia do departamento de Engenharia Hidráulica e Ambiental

A diretora da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, professora Liedi Legi Bariani Bernucci, divulga a portaria 2317/2018 que dispõe sobre a eleição para a Chefia e Vice-Chefia do Departamento de Engenharia Hidráulica e Ambiental da Poli-USP.

Acesse aqui o documento.

 

 

Mais de 600 jovens visitaram a Poli-USP no último sábado

Evento tem grandes proporções devido ao grande interesse de jovens em estudar engenharia na tradicional instituição. Inscrições costumam terminar em apenas uma manhã

Todos os anos a Escola Politécnica da Universidade de São Paulo realiza uma visita monitorada a alguns de seus laboratórios, para colocar os jovens interessados em seguir a carreira de engenharia em contato com seus professores e alunos, para que possam tirar suas dúvidas e conhecer o dia-a-dia da instituição. A visita monitorada de 2018 foi realizada no sábado, dia 19 de maio, e recebeu mais de 600 alunos de ensino médio e vestibulandos, jovens que se preparam para ingressar no ensino superior. As inscrições são realizadas alguns dias antes do evento, e se esgotam rapidamente. A programação é dividida entre palestras e visitas a alguns dos laboratórios dos prédios da Engenharia Civil, Elétrica e Mecânica. Esta formatação se deve ao tamanho da Escola, que tem mais de 150 mil metros quadrados, e mais de 100 laboratórios.

Os alunos são recebidos em auditórios onde assistem a três palestras. A primeira de boas-vindas, com a participação dos diretores, professores Liedi Légi Bariani Bernucci e Reinaldo Giudici, e dos presidentes de Comissões, ou seja, professores que alcançaram o topo da carreira docente e tem amplo conhecimento sobre o funcionamento da Escola. A segunda palestra foca no que é a engenharia, quais as áreas de atuação, e como é o curso de graduação. A última parte fica por conta de alunos, voluntários que explicam como é a vida universitária com sua linguagem acessível aos jovens, com um clima descontraído.

Para apresentar uma visão geral das atividades da Poli, mais de 200 profissionais - entre alunos, professores e funcionários - se dividem para orientar a visita de quatro grandes grupos de visitantes aos laboratórios e salas de aula, onde são realizadas demonstrações de experimentos, nas quais os alunos podem tirar dúvidas. Na programação também está previsto o tempo para visitação de uma feira, realizada no prédio da engenharia civil, na qual ficam à disposição alunos, professores e pesquisadores para tirar dúvidas e apresentar os projetos desenvolvidos na Escola.

A atividade faz parte do Programa USP e as Profissões, da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão da Universidade de São Paulo, quee tem como objetivo fornecer subsídios aos estudantes para que, com a ajuda de seus familiares e professores, orientem-se na importante tarefa de optar por uma carreira profissional. Outras informações no link.

 

Poli Recicla coleta mais de 13 toneladas de resíduos em laboratórios

Material potencialmente perigoso recebeu a correta destinação pelo programa da Escola Politécnica da USP

Entre o fim de abril e o começo de maio, foi feita, ao longo de 5 dias, uma coleta em laboratórios da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP) que removeu quase 13 toneladas de resíduos químicos. A ação foi realizada pela  Prefeitura do Campus (PUSP-C) em parceria com o programa Poli Recicla, e é realizada desde 2012, pela necessidade de minimizar impactos, uma vez que o gerenciamento incorreto desse tipo de resíduo pode causar sérios danos ao meio ambiente e à saúde.

Previamente à coleta, o Poli Recicla efetuou vistorias técnicas nestes locais, a  fim de averiguar as condições dos resíduos. Os itens verificados se basearam na organização, acondicionamento e identificação dos materiais. No total, foram removidas quase 13 toneladas de resíduos químicos, além de 1647 kg de ascarel, encontrado principalmente em transformadores antigos. O Poli Recicla ressalta a importância do cuidado com os resíduos químicos, a considerar identificação e forma de armazenamento, itens primordiais para a boa conduta da Escola Politécnica com os resíduos gerados.

A empresa contratada para realizar a coleta, o transporte e a destinação final dos resíduos foi a Saniplan. Conforme ressalta a companhia em seu site, além dos riscos oferecidos à saúde e ao meio ambiente, a gestão inadequada dos resíduos pode acarretar em consequências legais, sendo um assunto abordado em algumas portarias do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO) e na Política Nacional de Resíduos Sólidos, regulamentada pelo Decreto 7.404/10, em dezembro de 2010.

Última atualização em Ter, 22 de Maio de 2018 14:01
 

Poli-USP realiza seminário internacional sobre a produção de veículos elétricos e autônomos

O evento terá palestra do Prof. Dr. Takahiro Fujimoto, da Universidade de Tóquio, renomado pesquisador do setor automotivo mundial e autor dos best-sellers Product Development Performance e The Evolution of a Manufacturing System at Toyota

O Centro de Engenharia Automotiva da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP) e a Universidade Federal do ABC (UFABC) promovem o Simpósio Internacional Competing in the Sky and on the Ground (Competindo na Nuvem e no Solo), que debaterá a transformação por que passa o setor automotivo mundial e seus desafios tecnológicos para produzir o veículo conectado, elétrico/híbrido e autônomo. O evento será realizado no dia 16 de junho (sábado), das 9 às 12 horas, na Poli-USP, em São Paulo (SP).

O Prof. Dr. Takahiro Fujimoto, da Universidade de Tóquio, reconhecido pesquisador do setor automotivo mundial, ministrará a palestra principal: Competing in the Sky and on the Ground - Logic Behind Industrie 4.0, IoT and Connected Car. Ele abordará as mudanças disruptivas no desenvolvimento de produtos e processos produtivos nessa fase de transição do veículo a combustão para o veículo elétrico e conectado, dentro da quarta revolução industrial. O Prof. Fujimoto lidera o grupo de pesquisa em Gestão da Manufatura da Universidade de Tóquio, que estuda os impactos da Indústria 4.0 e da digitalização no desenvolvimento de produtos. Ele é autor de best-sellers como Product Development Performance e The Evolution of a Manufacturing System at Toyota.

“A disrupção tecnológica no setor automotivo é significativa. Hoje, temos o veículo a combustão manufaturado por grandes multinacionais em linhas de montagem modulares, com foco em produtividade e conceitos de Lean Manufacturing. Já o veículo elétrico traz novos players e fábricas hiperconectadas, cujo diferencial está na análise de dados, predições, previsões e estimativas, por meio da inteligência artificial, programação cognitiva e análise multivariável de dados”, diz o Prof. Dr. Ugo Ibusuki, do programa de Engenharia de Gestão da UFABC e pós-doutorando do Centro de Engenharia Automotiva (CEA) da Poli-USP. Ele será o moderador do debate que acontecerá logo após a palestra do professor Fujimoto.

O Simpósio promoverá o debate sobre como a indústria fará a transição para o veículo elétrico/conectado/autônomo, considerando as mudanças no produto, nos processos produtivos e modelos de negócio. A plateia conhecerá a opinião dos pesquisadores e poderá fazer perguntas. “A participação do professor Fujimoto enriquece muito o debate, porque além de ser um dos maiores estudiosos do tema, ele vive no Japão, onde as transformações já começaram e a transição será mais rápida do que no Brasil”, diz o Prof. Dr. Paulo Kaminski, que lidera o CEA, grupo de pesquisa em Engenharia Automotiva da Poli-USP.

Outro debatedor do Seminário será o Prof. Dr. Marcelo Alves, que integra o grupo de pesquisadores do CEA da Poli-USP e tem experiência em projetos de máquinas e equipamentos, com ênfase em sistemas automotivos. “Os avanços até o momento são espetaculares e animadores. Após o desenvolvimento da tecnologia, haverá outra etapa que é o desenvolvimento da produção em série dos componentes e sistemas que tornam um veículo autônomo, o processo produtivo que possibilite o carro elétrico competitivo... São grandes desafios”, disse.  

O evento é dirigido para engenheiros e demais profissionais que trabalham ou pesquisam o setor automotivo, em todas as áreas (desenvolvimento de produto, marketing, produção, modelos de negócio, etc.). A palestra e o debate serão em inglês.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas no link  https://goo.gl/Gq6hWJ  Para obter outras informações, os interessados em participar do Seminário devem escrever para Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Serviço:

Simpósio Internacional: Competing in the Sky and on the Ground

Data: 16 de junho de 2018 (sábado) - das 9h00 às 12h00

Local: Escola Politécnica da Universidade de São Paulo

Auditório da Engenharia Mecânica

Av. Prof. Mello Moraes, nº 2.231 - Cidade Universitária – São Paulo – SP

Inscrições gratuitas e obrigatórias: https://goo.gl/Gq6hWJ

Informações: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Agenda:

8h - 9h: Credenciamento

9h - 9h15: Abertura

Prof. Dr. Paulo Kaminski (CEA/Poli-USP)

9h15 -10h45: Palestra principal - Competing in the Sky and on the Ground - Logic Behind Industrie 4.0, IoT and Connected Car

Prof. Dr. Takahiro Fujimoto, da Universidade de Tóquio

10h45 -11h45:  Q&A com a plateia

Moderador:  Prof. Dr. Ugo Ibusuki (UFABC)

Debatedor: Prof. Dr. Marcelo Alves (CEA/Poli-USP)

11h45 -12h: Encerramento

Prof. Dr. Paulo Carlos Kaminski

*O evento será no idioma inglês


Informações para imprensa:
Célia Domingues (CEA - Poli/USP)
(11) 5641-0690

 

Poli-USP abre concurso para título de livre-docência em diversas áreas de especialidade

Estarão abertas, de 2 a 16 de julho de 2018, as inscrições para o concurso para obtenção do título de Livre-Docente junto aos diversos Departamentos da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP), em diversas áreas de especialidade. As inscrições serão realizadas presencialmente, no Serviço de Órgãos Colegiados e Concursos da Poli-USP, porém o memorial, comprobatórios e a tese/texto sistematizado deverão ser entregues exclusivamente em formato digital (CD, pendrive), em atendimento às resoluções 7332 e 7405 de 2017.

Como explica o artigo dos docentes da Faculdade de Medicina da USP, Olavo Pires de Camargo e Luiz Eugênio Garcez Leme, a livre-docência é “um título concedido no Brasil por uma instituição de ensino superior, mediante concurso público aberto, apenas para portadores do título de doutor, e que atesta uma qualidade superior na docência e na pesquisa”.

Acesse aqui a publicação do Edital no Diário Oficial do Estado de São Paulo.

Veja abaixo a lista de especialidades ou áreas:

Departamento de Engenharia de Construção Civil - PCC:

1. - Tecnologia e Gestão da Produção na Construção Civil.

2. - Engenharia de Sistemas Prediais.

3. - Materiais e Componentes de Construção Civil.

4. - Real Estate.

5. - Planejamento e Engenharia Urbanos.

6. - Tecnologia Computacional para Construção Civil.

Departamento de Engenharia de Computação e Sistemas Digitais - PCS:

1. - Arquitetura de Computadores.

2. - Automação e Sistemas Convergentes.

3. - Confiabilidade e Segurança.

4. - Engenharia de Software e Banco de Dados.

5. - Fundamentos da Engenharia de Computação.

6. - Inteligência Artificial.

7. - Redes de Computadores.

8. - Tecnologia da Informação Aplicada ao Agronegócio, ao Ambiente e à Biodiversidade.

9. - Tecnologias Interativas.

Departamento de Engenharia de Energia e Automação Elétricas - PEA:

1. - Sistemas de Potência.

2. - Instrumentação e Sensores a Fibras Ópticas para Medição, Proteção e Automação de Sistemas Elétricos de Potência.

3. - Energia Elétrica.

4. - Eletrônica de Potência.

5. - Distribuição de Energia Elétrica.

6. - Automação de Processos Industriais.

7. - Elementos Finitos Aplicados a Máquinas Elétricas.

8. - Conversão Eletromecânica de Energia e Máquinas Elétricas.

9. - Proteção de Sistemas Elétricos de Potência.

10. - Compatibilidade Eletromagnética.

Departamento de Engenharia de Estruturas e Geotécnica - PEF:

1. Teoria das Estruturas;

2. Mecânica dos Sólidos Deformáveis;

3. Projeto e Métodos Construtivos de Estruturas;

4.Estruturas Correntes, Projeto e Materiais Estruturais;

5. Geomecânica;

6. Fundações e Escavações;

7. Obras de Terra e Geotecnia Ambiental.

Departamento de Engenharia Hidráulica e Ambiental - PHA:

1. Obras Hidráulicas Fluviais e Marítimas.

2. Hidráulica Ambiental.

3. Recursos Hídricos.

4. Saneamento.

5. Engenharia Ambiental e de Recursos Hídricos.

7. Engenharia Ambiental.

8. Saneamento Ambiental.

9. Gestão Ambiental.

10. Poluição Ambiental.

Departamento de Engenharia Mecânica - PME:

1. - Mecânica dos Fluidos.

2. - Controle de Sistemas Dinâmicos.

3. - Dinâmica e Vibrações.

4. - Mecânica das Estruturas.

5. - Projeto e Análise de Estruturas Mecânicas.

6. - Comportamento e Seleção de Materiais para Engenharia Mecânica.

7. - Termodinâmica e Transferência de Calor e Massa.

8. - Máquinas e Sistemas Térmicos.

9. - Biomecânica.

Departamento de Engenharia de Minas e de Petróleo - PMI:

1. - Economia Mineral e Pesquisa Mineral.

2. - Engenharia Ambiental Aplicada à Mineração.

3. - Lavra de Minas.

4. - Mecânica de Rochas Aplicadas à Mineração e Abertura

de Vias Subterrâneas.

5. - Tratamento de Minérios.

6. - Caracterização Tecnológica

7. - Recursos Minerais Energéticos

Departamento de Engenharia Mecatrônica e de Sistemas Mecânicos - PMR:

1. - Processos de Fabricação.

2. - Automação da Manufatura e Robótica.

3. - Métodos Computacionais Aplicados à Automação Industrial e Robótica.

4. - Engenharia Mecatrônica.

5. - Mecânica Computacional Aplicada à Engenharia Mecâtrônica.

Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais - PMT:

1. Materiais Poliméricos.

2. Materiais Metálicos.

3. Materiais Cerâmicos.

4. Processos de Metalurgia Extrativa.

5. Processos de Conformação.

Departamento de Engenharia Naval e Oceânica - PNV:

1. Projeto do Navio.

2. Hidrodinâmica de Sistemas Navais e Oceânicos.

3. Tecnologia de Construção Naval.

4. Estruturas Navais.

5. Máquinas Marítimas e Controle de Sistemas Oceânicos.

6. Transportes Marítimo e Fluvial, Planejamento Portuário e Logística.

Departamento de Engenharia Química - PQI:

1. - Análise, Simulação e Controle de Processos Químicos.

2. - Engenharia de Alimentos.

3. - Engenharia Bioquímica.

4. - Eletroquímica e Corrosão.

5. - Fenômenos de Transporte.

6. - Engenharia de Reações Químicas.

7. - Separações Térmicas e Mecânicas.

8. - Termodinâmica Química.

Departamento de Engenharia de Produção - PRO:

1. - Trabalho, Tecnologia e Organização.

2. - Gestão de Operações e Logística.

3. - Gestão da Tecnologia da Informação.

4. - Qualidade e Engenharia do Produto.

5. - Economia da Produção e Engenharia Financeira.

Departamento de Engenharia de Sistemas Eletrônicos - PSI:

1. - Circuitos e Sistemas.

2. - Materiais e Processos para Micro e Nanossistemas.

3. - Meios Eletrônicos Interativos.

4. - Metodologias de Projeto de Sistemas Digitais Integrados.

5. - Micro e Nanodispositivos.

6. - Microondas e Optoeletrônica.

7. - Neurocomputação Eletrônica e Sistemas Adaptativos.

8. - Processamento de Sinais.

9. - Processamento e Análise de Imagens.

10. - Projeto de Circuitos Integrados.

11. - Sistemas Eletrônicos para Computação Ubíqua.

12. - Microondas e Ondas Milimétricas

Departamento de Engenharia de Telecomunicações e Controle - PTC:

1. Controle e Automação;

2. Telecomunicações;

3. Engenharia Biomédica;

4. Eletromagnetismo Aplicado a Telecomunicações;

5. Processamento e Análise Digital de Sinais.

Departamento de Engenharia de Transportes - PTR:

1. - Infraestrutura de Transportes – Sub-área: Projeto de Vias de Transportes.

2. - Planejamento e Operação de Transportes – Sub-área: Logística e Sistemas de Transporte.

3. - Aquisição, Tratamento e Uso de Informações Espaciais – Sub-Área: Geoprocessamento Aplicado à Engenharia.

4. Infraestrutura de Transportes – Sub-área: Projeto e construção de pavimentos.

5. Aquisição, Tratamento e Uso de Informações Espaciais – Sub-área: Topografia, Geodésia e Cartografia Aplicadas à Engenharia.

6. - Planejamento e Operação de Transportes – Sub-área: Transporte Urbano.

Última atualização em Qui, 17 de Maio de 2018 10:48
 

Divulgado o resultado da eleição dos servidores técnicos e administrativos para a Congregação

Foi divulgado ontem o resultado da eleição para escolha dos representantes dos servidores técnicos e administrativos junto à Congregação da EPUSP para mandato de 19.06.2018 a 18.06.2019, realizada em 15.05.2018, por meio de votação eletrônica. 

Acesse aqui o documento com a apuração dos votos.

 


Página 1 de 24