Confira como foi a manhã do primeiro dia da Semana de Recepção dos Ingressantes da Poli-USP de 2021 

Na manhã de segunda-feira, 12 de abril, foi realizada a Abertura da Semana de Recepção aos Ingressantes 2021 da Escola Politécnica (Poli) da USP. A Semana de Recepção é um evento tradicional, realizado todos os anos nas unidades da USP para ajudar os ingressantes a se adaptarem ao ambiente universitário. Em 2021, devido à pandemia de covid-19, a Semana de Recepção acontece totalmente online. Enquanto os eventos são transmitidos pelo canal da Poli no YouTube para o público, os novos alunos podem acompanhar as palestras e atividades pelo Zoom

 

O evento começou  com as boas-vindas da diretora Liedi Légi Bariani Bernucci, primeira mulher a ocupar o cargo, e do vice-diretor Reinaldo Giudici. Os diretores  acolheram e parabenizaram os alunos ingressantes pela conquista.

 

A diretora enfatizou a  preocupação da Escola com  igualdade de gênero dentro dos cursos da Escola. “A Escola Politécnica é gratuita para vocês (alunos), mas não é gratuita para todo povo paulista que paga seus impostos e com isso os custos destes cursos.Estes recursos que estão sendo investidos na sua formação de engenheiro é para que você, aluno, faça o melhor uso para sua própria formação para reverter para sociedade todo financiamento investido. Seja um engenheiro que promova o desenvolvimento tecnológico e de inovação para o nosso País”. 

 

O vice-diretor falou sobre a necessidade e essencialidade da ciência como base para todos os cursos superiores, em especial para engenharia, e a importância desta para que os futuros engenheiros politécnicos saibam propor soluções viáveis. “Ninguém cresce sem sair da sua zona de conforto, encare os desafios como aprendizado. Na Escola vocês terão contatos com novas metodologias e talvez com uma linguagem matemática muito mais sofisticada, por isso uma linguagem muito mais poderosa do que as que vocês conheciam no ensino médio”, destacou. Ambos também explicaram brevemente as atividades de ensino e toda administração da Escola para os alunos ingressantes.  

 

O professor Antônio Carlos Seabra, Presidente da Comissão de Graduação da Poli e membro do Departamento de Engenharia de Sistemas Eletrônicos da Poli, e Augusto Câmara Neiva, professor do Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais e presidente da Comissão do Ciclo Básico, apresentaram as bases curriculares dos cursos de engenharia e informações acadêmicas da Escola.

 

Em uma apresentação repleta de interação, o professor Seabra parabenizou os alunos e apresentou a eles todo o potencial de contribuições que eles podem alcançar.  “Por que vocês querem ser engenheiras e engenharios?”. Com essa provocação, Seabra comentou que muitos esperam solucionar problemas, mas não é apenas isso. Ele salientou que dentro da resolução de problemas é necessário usar a inovação e criatividade, a exemplo o Projeto do ventilador pulmonar Inspire, desenvolvido na Poli. Além disso, Seabra chamou atenção para o oferecimento do Programas de Apoio e Formação na Poli e na USP para alunos em situação de vulnerabilidade que precisam de apoio para permanência, por meio do auxílio financeiro e acadêmico da Universidade. 

 

O professor Neiva apresentou o ciclo básico, chamado de Biênio, com as disciplinas básicas que marcam os estudos dos dois primeiros anos de graduação  na Escola. Durante esse período, o aluno é incentivado a se envolver em projetos de extensão que ajudam na formação e desenvolvimento do aluno ao longo da graduação. No Biênio, o aluno ingressante terá contato com disciplinas Fundamentais como Cálculo, Reprodução Gráfica, Física I,  Álgebra Linear I e II, entre outras, que podem ser acessadas no Sistema Júpiter.  

 

Devido ao momento de pandemia, Neiva explica que as aulas no último ano foram realizadas por meio de aplicativos e plataformas. A bibliografia das disciplinas e outras informações em geral estarão no Moodle (e-disciplinas), Tidia e sites das disciplinas. E as aulas remotas, que começam no dia 19 de abril para os ingressantes, irão acontecer por meio do Google-Meet, Zoom e BigBlueButton (no Moodle). Outras informações importantes apresentadas pelo presidente do Ciclo Básico podem ser acessadas no link.

 

Ambos explicaram que a formação dada pela tradicional escola de engenharia estima por uma formação conceitual na área, e fundamentada nas ciências, para que o futuro engenheiro possa atuar em diferentes frentes no mercado de trabalho e com inúmeras possibilidades de crescimento profissional.

 

A manhã ainda contou com a apresentação da Comissão de Ética e Direitos Humanos feita por Maria Eugênia Boscov, professora titular da Poli, que falou sobre a criação da Comissão e o papel da mesma na Escola com a resolução de problemas. “A Comissão tem uma postura educativa e de responsabilidade social”, apontou a docente.

Assista o evento na íntegra.