Livro sobre o Engenheiro como profissional no Brasil é um dos finalistas do Prêmio Jabuti

O livro “Engenheiros para Quê? Formação e Profissão do Engenheiro no Brasil” está concorrendo ao 63º Prêmio Jabuti na categoria Ciências, no eixo não-ficção. O anúncio foi realizado no dia 16 de novembro, pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), a qual divulgou uma lista com os cinco finalistas de cada uma das 20 categorias do prêmio. A cerimônia de premiação será realizada no dia 25 de novembro, às 19h, no canal do YouTube da CBL

Na categoria Ciências, o livro “Engenheiros para Quê? Formação e Profissão do Engenheiro no Brasil” está concorrendo com as obras “Ciência no cotidiano: viva a razão. Abaixo a ignorância!”, de Carlos Orsi Martinho e Natalia Pasternak Taschner; “Guia do pesquisador iniciante: prepare-se para ser um bom pesquisador conhecendo o meio científico”, de Renato Falcão Dantas; e “Pacientes que curam”, de Júlia Rocha; “Psicologia social do preconceito e do racismo”, de Marcus Eugênio Oliveira Lima.

O livro foi lançado pelo ex-reitor da USP, Roberto Leal Lobo Filho, e pela editora Edusp. O professor José Roberto Cardoso, do Departamento de Engenharia de Energia e Automação Elétricas (PEA) da Poli, colaborou para a publicação da obra junto à Renata Perrenoud, ex-professora do Departamento de Ciências Básicas e Ambientais da Escola de Engenharia de Lorena (EEL-USP) e da professora Maria Beatriz Lobo. 

O livro objetiva contribuir para a modernização da engenharia brasileira, discutindo a formação dos futuros profissionais e as ações capazes de melhorar a integração entre universidade, empresa e governo. A obra retrata a formação e a profissão de engenheiros no Brasil e em várias partes do mundo. Destinado aos interessados no tema, em geral, e aos formadores de políticas públicas e institucionais, em particular, a obra é uma referência essencial para quem deseja ver avanços tanto na engenharia como na sociedade brasileira. 

Saiba mais sobre o livro. Leia sobre a premiação.