Privatização da Ceitec pode prejudicar indústria microeletrônica

O professor ressalta que o Brasil tem sofrido grande desindustrialização, podendo inclusive sair do ranking de países industrializados. Em contrapartida, a indústria de microeletrônica é estratégica para o País. “Há apenas duas empresas do ramo, a Ceitec, que é pública e está instalada no Rio Grande do Sul, e a Unitec, privada e situada em Minas Gerais. Fechar a empresa significaria reduzir o setor estratégico que possibilita um crescimento econômico ao Brasil”, afirma Zuffo.

Ouça no link, a íntegra da entrevista do Jornal da USP.